Páginas

28.5.09

pesar


"as flores de plástico não morrem"

[...]

mas minhas pimentinhas não resistiram.

*Alice cuidava das pimentinhas como se fossem suas filhas, inclusive as viu colorir. posta aqui quando não tem mais quem colocar no sol durante as manhãs.

6 comentários:

Ci disse...

Minha mãe gosta de acreditar q quando uma plantinha tua morre, é pq ela absorveu algo de ruim q vinha na tua direção... logo... antes a plantinha q tu né?!

Fala garoto, fala garota. disse...

Mas compra um cachorro... e vai passear com ele nas manhãs ensolaradas de domingo!
Não?

Alice disse...

Ci, realmente, pensando por este lado, foi bem melhor! Mas o engraçado é que ela secou do nada...

Dessa, mal tenho espaço pra mim no meu novo lar, pobre do cachorrinho (até pq me encantam aqueles monstrinhos - os pequenos não servem!). Vou esperar enriquecer e ter um belo jardim.

Di disse...

Vão se as pimentas e ficam-se as Alices...

Concordo com a Ci.

Beijos

Pree, Wonder Pree disse...

Novas pimentas. ponto!
Pretas, do Reino, Malaguetas!

Segue a risca e não desanda!

Tamara disse...

a teoria da mãe da Ci é suuuuuuuuuuuper verdadeira!

fica triste não... compra outra pimenteira e começa de novo!

beijo