Páginas

25.10.08

Ainda bem que as pessoas mudam

Um vídeo bem interessante e inicialmente direcionado ao trânsito me deixou com a frase acima citada rodando no processador.
Ainda bem que as pessoas mudam.
Oras, imagine-se com a mentalidade que tinha aos 12 anos - não que ela não tenha sido importante naquela época, mas hoje já não é mais. As pessoas mudam (e como mudam!), e essas mudanças as fazem amadurecer, crescer e entender quem realmente são.
As pessoas mudam, e nessas mudanças deixam coisas pra trás e compram algumas outras coisas para carregar por mais algum tempo, até mudar outra vez.
Ainda bem que as pessoas mudam! Bah, se eu tivesse continuado com um tênis amarelo que tinha aos 10...
E mudam sempre, sempre tentando melhorar, sempre mudando o conceito de "o que é melhor", e mudando, mudando e mudando!
O mundo muda, as possibilidades mudam, o tempo muda (esse muda mais do que o necessário, diga-se de passagem), os conceitos mudam, as roupas mudam, as músicas mudam, as comidas mudam (tá, tá, nem todas, o sorvete segue firme e forte), os grupos mudam, os programas mudam, as festas mudam, as pessoas mudam, os amigos mudam? Não esses não mudam! Só seguem rumos diferentes por um período de tempo e depois voltam ao seu curso normal. Aliás algo que realmente me deixa feliz é saber que, por mais que os amigos tenham "mudado", eles sempre estarão naquele lugar que tu sabe bem onde encontrar.
Mudar
(lat mutare) vtd 1 Deslocar, dispor de outro modo, remover para outro lugar: "Tenho a coragem de não mudar uma vírgula" (Afrânio Peixoto). vtd 2 Desviar: Mudar a rota, o itinerário. vtd 3 Substituir: "Pode um etíope mudar a sua pele, ou um leopardo as suas malhas?" (Jeremias, 13, 23 - tradução do Padre Matos Soares). vtd, vti, vint e vpr 4 Instalar(-se), transferir(-se) para outro prédio, local ou cidade: Apesar da catástrofe, poucas famílias mudaram. vti e vint 5 Alterar-se, tornar-se diferente, física ou moralmente: Aconteça o que acontecer, não mudemos de ânimo. "Neste mundo só os parvos não mudam" (Rui Barbosa). vti e vint 6 Tomar outra forma: Mudara de aspecto. Muitos anos decorreram e a paisagem mudou. vint 7 Tomar outra direção: O vento mudou. vtd 8 Cambiar, trocar, variar: Mudar o pensamento é mudar o homem. vtd 9 Apresentar sob outro aspecto: Mudar a cena. vtd e vpr 10 Converter, transformar: A tristeza se mudara em alegria.

As mudanças vêm em qualquer momento e as pessoas simplesmente mudam...
E como diz o vídeo:

Ainda bem que as pessoas mudam!

OBS: Seguindo a mesma idéia, as pessoas também mudam os números a serem preenchidos na lacuna idade das fichas, e eu estou mudando a minha na próxima quarta-feira (29). Vou comemorar a mudança na sexta-feira (31), no Espírito da Coisa Pub Bar (João Alfredo, 477 - Cidade Baixa/POA), o valor da entrada e a ceva já são baratinhos e, com nome na lista - podem deixar aqui ou no orkut -, ainda rola um descontinho. Então vamos lá amigos, aguardo vocês pra uma comemoração divertida!




2 comentários:

Rafael disse...

penso que entro em conflito interno: mudam ou se adaptam? realmente não consigo achar resposta pra essa pergunta. mudança parece tão mais radical do que o que realmente ocorre na vida. acho mais palpável, lingüisticamente falando, dizer que as coisas adaptam-se as outras. primeiro pq se realmente nós mudássemos, não sentiríamos falta daquilo que 'deixamos pra trás', acho que nos adaptamos aos novos conceitos, às novas tendências e tentamos adaptar nossos gostos aos que mais perto da gente se encaixam...enfim, penso que adaptação seria a palavra mais realizável. quando se fala em mudança, parece que realmente, deixamos a casa antiga, compramos todos os móveis novos, mudamos as vizinhança, os problemas. mas adapatação: humm, acho que isso é o que a gente faz. podemos até mudar de casa, mas levamos alguns móveis antigos, alguns hábitos continuam os mesmos, algumas manias. É muita frieza mudar, mas adapatar é tão normal...acho que na adaptação, as pessoas importantes são os velhos móveis que não queremos colocar fora jamais e mesmo que tenham alguns arranhões, estejam feios e que a gente nem ache que vale a pena continuar com eles, mas os laços afetivos são tão fortes que acabmos por sempre tentar restaurá-los; pode demorar algum tempo pra prestarmos atenção e fazermos isso, mas sempre restauramos e melhoramos esse móveis. e depois a gente olha e diz que parece até mais bonito do que quando a gente comprou...

Thiago disse...

Bom texto! =)
Gostei do simbolismo presente em alguns de seus versos, gostei da maneira "solta" com que faz suas considerações. E parafraseando uma banda ai de sua terra, o cachorro grande: "gostei do seu charme e do seus groove para dar voz às palavras"
Continue escrevendo!
abraços
thiago